quinta-feira, 15 de novembro de 2018

SPATHODEA CAMPANULATA (ESPATÓDEA, TULIPEIRA, BISNAGUEIRA, AFRICAN TULIP-TREE)


Árvore de crescimento rápido, originária de África, de grande efeito ornamental, especialmente adaptada aos climas equatoriais e tropicais de todo o mundo, podendo tornar-se invasiva. 


Os botões florais formam cachos, abrindo primeiro os de fora. Lembram as bisnagas e são usados na brincadeira pelas crianças que cortam uma ponta, pressionam e lançam entre si esguichos de água ou pisam os amontoados de flores caídas no chão. Brincadeira não isenta de consequências pois a seiva, além do cheiro característico, forma nódoas na pele e nas roupas. Daí serem também chamadas de chichi-de-macaco ou chichi-de-mico.  Flores em tons de vermelho- alaranjado, sendo menos frequentes as amarelas.  As corolas são campanuladas, com cinco lóbulos de bordos amarelados, mais ou menos enrugados.



É também árvore de grande porte, entre os 15 e os 20 metros de altura. A madeira, de casca fina, é clara e mole.  As flores contêm alcalóides tóxicos potencialmente letais para as abelhas e os beija-flores na procura do néctar. É razão invocada para a proibição do seu plantio em muitos estados da América Central e do Sul bem como na Austrália.  

Sem comentários:

Publicar um comentário