terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

LYSIMACHIA CILIATA "FIRECRACKER" (LISIMÁQUIA CILIATA, FLOWERING SALLY)

 

Nesta variedade de lisimáquia o destaque vai, logo no início da rebentação primaveril, para a coloração a chocolate  da folhagem. Com o tempo irá abrir a tonalidades claras. Aqui, em Junho e em plena floração, ainda persistem os tons carregados, mas é notória a progressiva invasão de tons ou acastanhados ou já avermelhados e a clarear para o verde.  Esta conjugação é manifestamente invulgar. 


De cinco pétalas em amarelo vivo com uma marca de vermelho na base, cinco sépalas e cinco estames.


É uma planta rústica, de porte erecto, vivaz, rizomatosa, fácil de cultivar, tendendo a tornar-se invasiva mas os caules podem ser arrancados facilmente. Prefere um solo rico e fresco, podendo estar exposta ao sol ou à meia sombra. Multiplica-se por divisão dos tufos no Outono. 

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

AQUILEGIA (AQUILÉGIA, COLUMBINE, ANCOLIE)


A aquilégia é uma planta herbácea, perene,  da família das ranunculáceas, de floração primaveril (Maio-Junho) e que prefere os solos húmidos mas bem drenados. Os híbridos são os mais floríferos. Esta variedade de aquilégia, apresenta as flores numa posição erecta. Sépalas petalóides exibem-se vestidas na cor bordeaux  que é também a cor das longas e estreitas esporas fechadas no ápice


Na foto podem ver-se melhor as esporas. Os estames, com as anteras em amarelo-canário e os filetes em amarelo pálido, estão rodeados por cinco pétalas também em amarelo pálido. 


A folhagem é também, como pode ver-se, muito interessante.


Multiplica-se quer por sementes quer por divisão dos rizomas. Na foto, cápsula madura pronta para soltar as sementes.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

CLEMATIS (CLEMATITES)


"Estavam defronte dum velho muro onde cresciam clematites.


Amélia abriu uma porta verde; e por três degraus de pedra desconjuntados desceram a rua toldada por uma larga parreira. Junto do muro cresciam rosas de todo o ano;"

de, O Crime do Padre Amaro (1878). Eça de Queiroz, (1845, Póvoa do Varzim -1900, Paris). 

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

HYPERICUM ANDROSAEMUM (ANDROSEMO, TUTSAN, MILLEPERTUIS)


A floração é abundante. Flores de cinco pétalas em tons de amarelo-claro, cinco sépalas e numerosos estames que podem ganhar tons avermelhados.


A folhagem é larga e oval e em lugares frescos e sombrios mostra-se primeiramente em verde, depois com tonalidades de amarelo e no outono com manchas avermelhadas. No inverno é parcialmente persistente. Quando espremida solta um rico odor.


 Mas o destaque vai para as bagas carnudas, que amadurecem a partir do verde, passando pelo vermelho e finalmente, no outono tornam-se pretas. 

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

COTINUS COGGYRIA "Royal Purple" (ÁRVORE-do-FUMO, SMOKE TREE)


Na foto, um cotinus coggyria, "Royal Purple", ainda um pequeno arbusto. Destaque para a folhagem de cor violácea escura fotografada no verão em contraste com diversas tonalidades de verde que o envolvem.  No outono, as folhas largas e ovais voltam-se para um castanho-avermelhado mais vivo. Os nomes em português e inglês fazem alusão às panículas de flores semelhantes a penas arroxeadas muito finas que vão mudando de cor ao longo do verão e, de longe, se assemelham a fumo. Um exemplar bastante mais desenvolvido que o da foto pode ser visto no jardim da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, junto à entrada principal.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

NICANDRA PHYSALODES (NICANDRA, APPLE OF PERU, NICANDRA - FAUX COQUERET)


É manifesta a semelhança entre os frutos da nicandra physalodes e os do fisalis. Ambos são bagas, envoltas pelo cálice da flor que se torna pergaminhado e engrossado. Os frutos da nicandra apresentam-se em cápsulas de 3 a 5 cavidades verdes e negras que, na maturidade se tornam castanho-claras. Dentro da baga estão as pequenas sementes em castanho-amarelado. Mas, atenção: a nicandra physalodes é, todo ela, bagas incluídas, muito tóxica quer para humanos quer para animais. E o seu odor é desagradável.


É, porém, muito apreciada como planta ornamental, de mancha foliar generosa, flores vistosas de Junho a Outubro em forma de pequenos sinos (campanuladas) de tons azul-pálido a azul-violeta e interiormente a branco. A corola é de 5 lóbulos arredondados e nela inseridos estão 5 estames. O cálice é de 5 lóbulos ovais terminando em pontas. Multiplica-se espontaneamente. Nas fotos podem ver-se pequenas plantas de nicandra semeadas em vaso no mês de Março, aguardando a transplantação. 

sábado, 24 de dezembro de 2016

Creio em Jesus Cristo, filho único de Deus (I believe in Jesus Christ, the only son of God)


O Verbo de Deus "se fez homem para que nos tornássemos Deus; ele fez-se visível no corpo para que tivéssemos uma ideia do Pai invisível, e ele próprio suportou a violência dos homens para que nós herdássemos a incorruptibilidade". S. Atanásio, Sobre a encarnação do Verbo,  (54, 3).

The Word of God "was made man so that we might be made God; and he manifested himself through a body so that we might receive the idea of the unseen Father; and he endured the insolence of men that we might inherit immortality" (Father Athanasius (4th C), On the Incarnation, 54,3.