sexta-feira, 9 de junho de 2017

EUCOMIS BICOLOR (FLOR ANANÁS, PINEAPPLE LILY)


Fotografei esta exótica planta por alturas de Junho, num lugar de meia sombra do  jardim ao ar livre, aberto ao público, fresco, de solo manifestamente muito rico em húmus. 


Logo avisado: não é flor que se cheire! Mas insectos há que as preferem atraídos que são pelo duvidoso odor. É o caso da mosca. Prevenido, mas não menos interessado, continuei observando desde as folhas basais, estreitas, a verde com tintas violeta, o longo caule também nesses dois tons até ao surpreendente cacho de flores encimado por uma coroa  de brácteas folhosas. De algum modo a lembrar o ananás!


Trata-se de uma hyacinthaceae oriunda duma parte da África do Sul onde os verões são, além de quentes, também muito chuvosos. Ora, se alguma coisa abunda naquelas paragens onde a fotografei são exactamente as muitas chuvas de todo o ano. Chuvas que no exemplar fotografado fizeram tombar o caule, normalmente erecto.


Os bolbos  da eucomis são plantados a cerca de 10 cm de profundidade em Março em solo profundo, fresco, bem estrumado. As flores surgirão em Junho e permanecem até Agosto.
Como nota deixo registado que, por uma feliz associação, o jardim  tem estrumes próprios a partir de várias cercas e estábulos onde pastam animais que são regularmente visitados por crianças e adultos.


2 comentários:

  1. Acabo de descobrir o que anda a faltar ao meu Eucomis bicolor: estrume :-)
    Deve ser por isso que ele não produz flores!
    Obrigado pela publicação, foi muito útil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como bem percebeu não tenho qualquer tipo de experiência de cultivo desta planta. Mas, ainda assim, julgo saber que em qualquer caso não devemos desanimar apenas porque há já dois, três ou mais anos que foi plantada e ainda não floriu, apesar de se mostrar saudável. Normalmente as plantas investem primeiro no crescimento vegetativo o que pode demorar alguns anos e só depois de afinada a "máquina" da fotossíntese é que investem também na parte floral. Em qualquer caso, as boas condições de cultivo são aquelas que de algum modo reproduzem as dos locais originários. Ou seja, para a eucomis, invernos secos e verões húmidos. Se a tem em vaso, permito-me sugerir que no fim do outono a recolha para um abrigo coberto e resguardado das geadas. A partir de Maio iniciaria as regras apropriadas e no verão, sol pleno. Muito obrigado pela visita. Boas culturas! Vítor.

      Eliminar